AMIGOS, vocês foram para mim a natureza bonita, a mata pura que se abriu e me limpou, arrumou…..agora não posso deixar que me levantem muros à entrada do Sol da minha vida, e tendo compreendido isto tenho que me encontrar alerta e indiferente simultaneamente a tudo que possa se aproximar de mim, sinto que tenho que aprender muito, mas tudo irá acontecer o melhor possível.




Posso desaparecer um segundo, anos, ou vidas eternas…….mas tens sempre um lugar no meu coração, porque sinto sempre a tua existência, a tua vibração.

sábado, 30 de outubro de 2010

ENCONTRO EM LISBOA - 9 arte

Eu e a Isabel Costa Claro

Aida "priminha" e o pintor amigo Hélio Cunha com a filha

O grupo de amigas de Lourenço Marques

Isabel, Teresa e Guta

Outra prima ....a Zé N. Castro

Sem comentários: